Este espaço destina-se à divulgação de Noticias, Ideias e Pensamentos e ao debate de temas relacionados com o Mar, a Politica, a Cidadania, o Turismo, a Sociedade e a Cultura em geral. FOI ADICIONADO UM CONTADOR A PARTIR DE NOVEMBRO DE 2010
Quinta-feira, 26 de Fevereiro de 2015
Visita a sítios arqueológicos do Concelho de Cascais

IMG_20150222_113342.jpg

 

 Freiria vestígios que remontam a um passado distante, desde o Neolítico até à alta Idade Média

 

Visita a sítios arqueológicos do Concelho de Cascais

(Intervenção no PAOD da reunião de Câmara de 23 de Fevereiro de 2014)

 

Acompanhados pelos eminentes historiadores e arqueólogos, Dr. Guilherme Cardoso e Professor Doutor José D’Encarnação, um conjunto de eleitos da CDU e de numerosos munícipes  visitou,  no dia de ontem,  quatro dos mais significativos sítios arqueológicos do Concelho.

Do que observámos não queremos deixar de dar conta a este executivo municipal, com a única preocupação de todos pudermos contribuir para a melhor divulgação e preservação dos nossos valores patrimoniais históricos, com os testemunhos de vidas que neles se acumularam ao longo de milénios e que, agora,  nos cumpre legar ao Futuro.

 

No local, junto ao Jardim Visconde da Luz, onde se situam as “Grutas do Poço Velho”, porque não nos foi possível aceder ao seu interior, ouvimos falar da enorme importância arqueológica deste sítio, um dos de maior interesse do país, habitado ao longo de mais de 4.000 anos por gentes que vêm desde o Neolítico Superior até à alta Idade Média.

Estranhámos a completa falta no local de uma memória descritiva do interior das grutas, das diversas ocupações que ao longo dos milénios foram tendo e do riquíssimo espólio de achados que lá foi recolhido.

Que tal seja feito com a máxima brevidade, é o que propomos.

 

Nas “Grutas de Alapraia”, graças ao enchimento com gravilha das três grutas que estão mais expostas, constactámos que estas deixaram de cumprir a degradante função de depósitos de lixo a que ao longo de décadas estiveram sujeitas.

Mas, à semelhança das Grutas do Poço Velho, também aqui não vimos nenhuma informação sobre o que se encontra por debaixo da gravilha e da monumentalidade do conjunto de grutas e do uso que ao longo de 5.000 anos, desde a Idade do Bronze, lhes foi dado pelos nossos antecessores.

Além da inexistência de informação no local acerca da importância das grutas artificiais de Alapraia, também a musealização do espaço, prometida para estar concluída em 2008, se encontra por fazer, o que propomos se concretize no mais breve prazo possível, bem como o aproveitamento do “Casal Saloio” e do lagar de vinho que nele existe e que já é propriedade municipal, como centro interpretativo das grutas e da importância da actividade vinícola que em tempos por aqui foi predominante.

 

Em Freiria, surpreendeu-nos a magnitude do conjunto que integra a Villa Romana e, também, a extraordinária importância das memórias que vêm dos tempos do Neolítico, e que os romanos souberam conservar, legando-no-las.

Aqui, com maior urgência, impõe-se a renovação da vedação de protecção, dado que a actual se encontra degradada pelo passar do tempo, apresentando-se rasgada em vários pontos, facilitando intrusões indesejadas e o saque de peças.

Não compreendemos porque razões não foi ainda concluído o Plano de Pormenor, aprovado na sessão de Câmara de 4 Outubro de 1995 que, por unanimidade,  deliberou que toda a zona envolvente da Villa Romana fosse reconvertida, "pela urgência em a salvaguardar, em termos urbanísticos e paisagísticos”.  Plano de Pormenor que, 20 anos depois, ninguém sabe em que ponto se encontra.

Importa ainda que,  logo após a concretização do Plano de Pormenor que urge, se inicie o processo de musealização do sítio, integrando nele um espaço para a apresentação aos visitantes das muitas e relevantes peças arqueológicas aqui encontradas.

 

Para o fim deixámos as ruinas da também Villa Romana do Alto do Cidreira, onde registámos com agrado a intervenção de desmatação e limpeza levada a cabo pelos serviços da Câmara logo após aqui termos conversado sobre o sítio, no âmbito do processo do PDM.

Também para aqui se impõe a necessidade de um Plano de Pormenor, que abranja toda a área envolvente, que defenda as ruinas e proteja aquela que, na opinião de muitos dos que nos acompanharam na visita, será uma das mais belas vistas de Cascais.

Enquanto não seja possível a concretização do desejado Plano de Pormenor, que ao menos e para já se faça a vedação do local e, com o acompanhamentos dos arqueólogos, se proceda à protecção das ruinas que, no estado em que se encontram, estão sujeitas a desgaste por erosão e actos de vandalização.

 

 

Para além do que já referimos sobre o que pensamos que deveria ser feito para divulgar e preservar estes monumentos do nosso importantíssimo património histórico, entendemos ainda recomendar que estes sejam integrados num “Roteiro Histórico”, para uso dos munícipes e dos que nos visitam.

Finalmente, a questão:

- Porque será que, possuindo um património histórico tão rico e variado e um invejável acervo de peças arqueológicas recolhidos ao longo dos tempos, Cascais é um dos muito poucos municípios do país que ainda não possui um Museu de Arqueologia e História onde esses materiais possam, enfim, ser mostrados ao público?

                                                          

                                                                       O Vereador da CDU

                                                                           (Clemente Alves)

 

Publicado por António de Lemos

Freiria vestígios que remontam a um passado distante, desde o Neolítico até à alta Idade Média. Foto de António de Lemos

Visite o site da Junta de Freguesia de S. Domingos de Rana.  

http://www.jf-sdrana.pt/freguesia/patrimonio/Freiria/112/



publicado por António Lemos às 12:35
link do post | comentar | favorito
|

mais sobre mim
pesquisar
 
Maio 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


posts recentes

VISITA A ESCAROUPIM, UMA ...

PSP de Cascais interrompe...

A Margarida Partiu, a dor...

VIVA FIDEL!

Thermopylae. História do ...

Diana Johnstone, Hillary ...

“A Linha de Cascais Está ...

Faina Maior – A pesca do ...

A DÚVIDA! Madre Teresa de...

Charlie Chaplin, “O Melho...

E OS ASSASSINOS GRITAM EU...

Defender a Escola Pública

Telescópio Hale

HÁ ANIMAIS A SEREM MAL TR...

40 Anos da Constituição d...

EU VOTO EDGAR SILVA!

O ALMIRANTE PORTUGUÊS – R...

Noam Chomsky: “A pior cam...

Caiu o Governo de direita...

Luta pela Paz, questão ce...

arquivos

Maio 2017

Março 2017

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Julho 2016

Junho 2016

Abril 2016

Janeiro 2016

Novembro 2015

Outubro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Junho 2010

Abril 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Novembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Maio 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Junho 2008

Abril 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Setembro 2007

Julho 2007

Junho 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Julho 2006

Abril 2006

Março 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Setembro 2005

Julho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Dezembro 2004

favoritos

“A FESTA DO AVANTE”, MIGU...

links
Contador
Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds