Este espaço destina-se à divulgação de Noticias, Ideias e Pensamentos e ao debate de temas relacionados com o Mar, a Politica, a Cidadania, o Turismo, a Sociedade e a Cultura em geral. FOI ADICIONADO UM CONTADOR A PARTIR DE NOVEMBRO DE 2010
Terça-feira, 2 de Maio de 2017
PSP de Cascais interrompe protesto contra obra ilegal

18301346_1898347680383329_837427300199290765_n.jpg

 

PSP de Cascais interrompe protesto contra obra ilegal

A PSP interrompeu um protesto pacífico dos moradores da Quinta da Carreira, em São João do Estoril, esta manhã, agindo de forma violenta contra o eleito da CDU na Câmara de Cascais. Em causa, o parque de estacionamento que a autarquia começou a construir em solo da reserva ecológica nacional.

Fonte do Comando Metropolitano de Lisboa (Cometlis) da Polícia de Segurança Pública explicou à Agência Lusa que Clemente Alves foi detido por «não obedecer às ordens e resistir» a abandonar o local. Contactado pelo AbrilAbril, o vereador e candidato da CDU à Câmara de Cascais, nas autárquicas de 1 de Outubro, nega a versão oficial da polícia e conta como tudo se passou.

 

«As pessoas estavam civilizadamente a contestar uma obra clandestina e ilegal, porque está situada num espaço da reserva ecológica nacional, quando chega cerca de uma dezena de agentes», conta Clemente Alves.

 

«Identifiquei-me enquanto vereador da autarquia e interroguei por que razão estavam ali, uma vez que as pessoas se manifestavam de forma pacífica e não estavam a obstruir a passagem. O comissário Coimbra respondeu-me: "você saia daí, não tenho nada que lhe responder". Sem explicações, empurraram-me de forma violenta, e a bastantes populares, algemaram-me e levaram-me para a esquadra. Depois disto tudo, amanhã, pelas 9h30, deverei ser presente a tribunal para uma sessão sumária de julgamento», descreve.

 

As obras do parque de estacionamento começaram há cerca de dez dias. O eleito denuncia que a intervenção, além de ilegal, está a ser feita de forma clandestina. Além de não estarem afixados avisos de obra, Clemente Alves afirma que está a ser feita «à pressa», com operários que trabalham mais de oito horas por dia. «Ontem, que era Dia do Trabalhador, esteve em curso até às 19h», acrescenta.

 

A população tem vindo a pedir explicações por parte da autarquia. «Os moradores já exigiram que alguém viesse ao local prestar depoimentos. Junto ao protesto desta manhã estiveram a polícia municipal e administradores de empresas municipais, num acto de provocação, sem dar esclarecimentos», refere Clemente Alves.

http://www.abrilabril.pt/local/psp-de-cascais-interrompe-protesto-contra-obra-ilegal

Publicado no Mar Revolto Por: Antonio de Lemos

 

PSP DE CASCAIS AGRIDE BRUTALMENTE O VEREADOR CLEMENTE ALVES

A fotografia em cima regista o momento em que Clemente Alves vereador na Camara de Cascais e candidato á presidência da Camara de Cascais pela CDU, é agredido e impedido pela PSP de Cascais de entrar numa obra da Camara, impedido de apoiar e de se manifestar junto com os moradores um direito constitucional que lhes assiste questionando a ilegalidade da obra, a construção de um parque de estacionamento em local que se encontra inserido na REN, Reserva Ecológica Nacional. Antonio de Lemos

 



publicado por António Lemos às 16:38
link do post | comentar | favorito
|

mais sobre mim
pesquisar
 
Maio 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


posts recentes

VISITA A ESCAROUPIM, UMA ...

PSP de Cascais interrompe...

A Margarida Partiu, a dor...

VIVA FIDEL!

Thermopylae. História do ...

Diana Johnstone, Hillary ...

“A Linha de Cascais Está ...

Faina Maior – A pesca do ...

A DÚVIDA! Madre Teresa de...

Charlie Chaplin, “O Melho...

E OS ASSASSINOS GRITAM EU...

Defender a Escola Pública

Telescópio Hale

HÁ ANIMAIS A SEREM MAL TR...

40 Anos da Constituição d...

EU VOTO EDGAR SILVA!

O ALMIRANTE PORTUGUÊS – R...

Noam Chomsky: “A pior cam...

Caiu o Governo de direita...

Luta pela Paz, questão ce...

arquivos

Maio 2017

Março 2017

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Julho 2016

Junho 2016

Abril 2016

Janeiro 2016

Novembro 2015

Outubro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Junho 2010

Abril 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Novembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Maio 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Junho 2008

Abril 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Setembro 2007

Julho 2007

Junho 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Julho 2006

Abril 2006

Março 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Setembro 2005

Julho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Dezembro 2004

favoritos

“A FESTA DO AVANTE”, MIGU...

links
Contador
Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds