Este espaço destina-se à divulgação de Noticias, Ideias e Pensamentos e ao debate de temas relacionados com o Mar, a Politica, a Cidadania, o Turismo, a Sociedade e a Cultura em geral. FOI ADICIONADO UM CONTADOR A PARTIR DE NOVEMBRO DE 2010
Sexta-feira, 3 de Dezembro de 2004
Carta ao Sr, Presidente da Republica
Exmo. Senhor Presidente da Republica Portuguesa

Excelência

Na qualidade de cidadão deste nosso Portugal e também na qualidade de praticante de diversos desportos náuticos, nomeadamente, vela, pesca de alto mar, mergulho e caça submarina, apelo a V.Exe. para que na qualidade de Presidente de todos os Portugueses interfira junto dos responsáveis governamentais alertando para o escândalo que é a falta de meios de busca e salvamento no mar ao longo da costa de Portugal.

Revolta-me e entristece-me sempre que vejo na comunicação social notícias da morte de pescadores, quer sejam eles profissionais ou desportivos.
Ouvimos sempre as mesmas queixas, “não foram socorridos a tempo por falta de meios”, “ não foram socorridos por falta de coordenação das entidades competentes”, enfim, morrem no mar porque não há quem os socorra.

Numa época em que se fala tanto na compra de equipamento para modernizar o exército, a força aérea e a marinha, em que se gastam milhões para modernizar edifícios governamentais, em que se pagam reformas astronómicas a gestores de empresas nomeados pelo governo, não há um ministro que se lembre que quem anda no mar necessita de segurança, necessita de meios de salvamento adequados, que possam garantir o socorro quando for necessário.

Portugal precisa de meios de salvamento adequados para socorrer pescadores desportivos e profissionais, precisa de salva-vidas capazes de sair quer de noite quer de dia, precisa de helicópteros devidamente equipados para busca e salvamento durante a noite, precisa de uma entidade que organize e coordene os meios de salvamento em toda a costa de dia e de noite!

Senhor Presidente estas palavras não são mais que um grito de revolta e um apelo de alguém que diariamente anda no mar e que observa o esforço e até o sofrimento de muitos que diariamente tiram o seu sustento do mar, pagando os seus impostos, mas que no entanto, se sentem diariamente desprezados, completamente abandonados pelas entidades que tinham a obrigação de zelar pela sua segurança.

Atenciosamente
António Luís Ribeiro de Lemos


publicado por António Lemos às 19:33
link do post | comentar | favorito
|

2 comentários:
De Mrio a 9 de Dezembro de 2004 às 23:50
Gostaria de ver resposta à provocação de 06-12-04, enviada por e-mail para marrevolto@sapo.pt.


De Luis Batalha a 6 de Dezembro de 2004 às 22:35
Este ano há cerca de 5 meses eu estava no mar à pesca e ouvi um pedido de socorro de um pescador que dava coordenadas no rádio VHF para que viessem em auxílio de um camarada que estava com um ataque cardíaco, ouvi tanta burocracia tanto tempo para resolver qual a entidade que deveria socorrer, parecendo-me ouvir depois que o INEM
não quis embarcar no barco de socorros a náufragos com o aparelho desfibrilhador, acho que o pobre pescador acabou por falecer sem assistência, pergunto aqui nesta comunidade de pescadores qual a entidade que deveria socorrer e se o INEM se poderia recusar a embarcar para salvar o pescador que acho que acabou por falecer.


Comentar post

mais sobre mim
pesquisar
 
Maio 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


posts recentes

VISITA A ESCAROUPIM, UMA ...

PSP de Cascais interrompe...

A Margarida Partiu, a dor...

VIVA FIDEL!

Thermopylae. História do ...

Diana Johnstone, Hillary ...

“A Linha de Cascais Está ...

Faina Maior – A pesca do ...

A DÚVIDA! Madre Teresa de...

Charlie Chaplin, “O Melho...

E OS ASSASSINOS GRITAM EU...

Defender a Escola Pública

Telescópio Hale

HÁ ANIMAIS A SEREM MAL TR...

40 Anos da Constituição d...

EU VOTO EDGAR SILVA!

O ALMIRANTE PORTUGUÊS – R...

Noam Chomsky: “A pior cam...

Caiu o Governo de direita...

Luta pela Paz, questão ce...

arquivos

Maio 2017

Março 2017

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Julho 2016

Junho 2016

Abril 2016

Janeiro 2016

Novembro 2015

Outubro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Junho 2010

Abril 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Novembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Maio 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Junho 2008

Abril 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Setembro 2007

Julho 2007

Junho 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Julho 2006

Abril 2006

Março 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Setembro 2005

Julho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Dezembro 2004

favoritos

“A FESTA DO AVANTE”, MIGU...

links
Contador
Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds