Este espaço destina-se à divulgação de Noticias, Ideias e Pensamentos e ao debate de temas relacionados com o Mar, a Politica, a Cidadania, o Turismo, a Sociedade e a Cultura em geral. FOI ADICIONADO UM CONTADOR A PARTIR DE NOVEMBRO DE 2010
Segunda-feira, 2 de Dezembro de 2013
Estaleiros Navais de Viana do Castelo – O “melhor” do neoliberalismo!

Estaleiros Navais de Viana do Castelo – O “melhor” do neoliberalismo!

 

“Os Estaleiros Navais de Viana do Castelo, S.A. (ENVC) são uma empresa de construção e reparação naval de tamanho médio em actividade desde 1944, localizada na cidade de Viana do Castelo, na costa Atlântica no norte de Portugal. Ocupam uma área de 270.000 m2 e empregam aproximadamente 630 trabalhadores, sendo o maior Estaleiro de construção naval de Portugal e já um dos maiores da face ocidental da Europa. http://www.envc.pt/

 

Estamos perante o “melhor” do neoliberalismo, o governo PSD/CDS decidiu concessionar os Estaleiros Navais de Viana do Castelo, (ENVC), a uma empresa privada a “Martifer”, uma empresa com dificuldades económicas de vulto, conforme notícia do jornal Expresso:

“De Janeiro a Setembro, os resultados líquidos consolidados apresentados pela Martifer ascendem a 48,7 milhões de euros negativos, o que corresponde a um agravamento de 47,7% face aos prejuízos de 33 milhões registados em igual período de 2012. Comparativamente com dados do final de 2012, a dívida da Martifer aumentou um milhão de euros, ascendendo a 378 milhões de euros.” http://expresso.sapo.pt/portugueses-pagam-para-a-martifer-utilizar-estaleiros-de-viana-do-castelo=f843596,

 

Esta decisão pode ser considerada como um dos maiores ataques do neoliberalismo a empresas estratégicas nacionais. A sede de privatizações da direita, muito bem representada pelos partidos que estão no poder, PSD e CDS, não estando isento o PS, e com a participação, apoio e cobertura do Presidente da Republica, o não menos neoliberal Cavaco Silva.

 

A concessão dos ENVC está á partida rodeada de contornos obscuros, tendo em conta as noticias avançadas quer pelo Jornal Expresso quer por outros órgãos de comunicação social bem como as suspeitas levantadas pelo próprio Presidente da Camara Municipal de Viana do Castelo.

 

Não são claras a razões que levaram o governo a conceder a concessão a uma empresa que detém um passivo de 378 milhões de euros, um passivo maior que o dos próprios estaleiros que rondará em 2013 cerca de 300 milhões de euros, poder-se-á inferir pelas notícias que vêm sendo divulgadas a existência de indícios de favorecimento ao sector privado, nomeadamente á empresa em causa, a Martifer.

Mais uma vez o povo paga conforme se pode ler no Expresso: “este negócio, custará a cada um dos 10.487.289 portugueses um valor líquido 2,18 euros, correspondente à diferença entre o custo do despedimento e o valor total das rendas a receber. No total, os portugueses vão pagar 22,95 milhões de euros para o Grupo Martifer ter a subconcessão dos ENVC.” http://expresso.sapo.pt.

 

Tem a Assembleia da Republica, o Ministério Público e o Presidente da Republica o dever de tomar uma posição clara sobre este processo de privatização e exigir uma apurada investigação.

 

Para além das instituições que têm a obrigação de tomar posição, não pode o povo português, não podemos todos nós, deixar passar em claro mais este drama social, o despedimento de 620 trabalhadores, nem o drama social e económico de toda uma cidade, Viana do Castelo, pelos problemas económicos que se vão agravar em relação a toda uma panóplia de empresas que directa ou indirectamente trabalham com ou para os ENVC, prevendo-se que poderão ser afectadas mais de 4000 pessoas ou seja podem ficar sem trabalho mais de 4000 portugueses em Viana do Castelo, “A Comunidade Intermunicipal (CIM) do Alto Minho admitiu esta sexta-feira «preocupação» pelo «impacto negativo» do encerramento dos Estaleiros Navais de Viana do Castelo (ENVC) para a economia da região, ameaçando mesmo 4.000 empregos indiretos. http://www.tvi24.iol.pt

 

É legítimo perguntar porque aparecem agora mais de 30 milhões de euros para despedir trabalhadores e não apareceram 6 ou 7 milhões para viabilizar a continuidade da sua laboração tendo em conta as várias encomendas que existem.

 

È legítimo aos trabalhadores ENVC, e ao povo em geral, expressar por todas as formas possíveis o descontentamento, a mais que legitima revolta por mais esta agressão ao povo e ao país. É imperioso um serrado combate às políticas neoliberais implementadas por este governo PSD/CDS, com a conivência deste Presidente da Republica expressão máxima do neoliberalismo que querem impor ao povo e ao país.

 

 A indignação deve tomar expressão por todo o país, apoiar os trabalhadores e o povo de Viana do Castelo é apoiar o direito ao trabalho, defender os ENVC, é o acto patriótico de defender o nosso direito á soberania económica. Não há recuperação económica, não há pagamento de dívidas se permitirmos que se continue a privatizar e a destruir o que resta da nossa indústria, da nossa produção nacional.

 

Juntemo-nos á luta no dia 13 de Dezembro em Viana do Castelo!

 

“Dia 13 de Dezembro vamos juntar-nos na Praça da Liberdade em Viana do Castelo e parar a cidade em defesa dos trabalhadores dos Estaleiros Navais...Todas as empresas e trabalhadores do distrito de Viana devem vestir de preto e associar-se a esta luta... Não faltem! Dia 13 de Dezembro a partir das 15h00 a cidade deve parar por completo. Todas as empresas e os estabelecimentos comerciais devem fechar a partir das 15h00 e juntar-se a esta luta que é de todos.”

Página do FB Parar Viana em defesa dos Estaleiros Navais

https://www.facebook.com/pararvianapelosenvc?notif_t=page_invite_accepted,

 

António Lemos

 

Foto: Olhar Viana do Castelo http://olharvianadocastelo.blogspot.pt



publicado por António Lemos às 00:31
link do post | comentar | favorito
|

mais sobre mim
pesquisar
 
Maio 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


posts recentes

VISITA A ESCAROUPIM, UMA ...

PSP de Cascais interrompe...

A Margarida Partiu, a dor...

VIVA FIDEL!

Thermopylae. História do ...

Diana Johnstone, Hillary ...

“A Linha de Cascais Está ...

Faina Maior – A pesca do ...

A DÚVIDA! Madre Teresa de...

Charlie Chaplin, “O Melho...

E OS ASSASSINOS GRITAM EU...

Defender a Escola Pública

Telescópio Hale

HÁ ANIMAIS A SEREM MAL TR...

40 Anos da Constituição d...

EU VOTO EDGAR SILVA!

O ALMIRANTE PORTUGUÊS – R...

Noam Chomsky: “A pior cam...

Caiu o Governo de direita...

Luta pela Paz, questão ce...

arquivos

Maio 2017

Março 2017

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Julho 2016

Junho 2016

Abril 2016

Janeiro 2016

Novembro 2015

Outubro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Junho 2010

Abril 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Novembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Maio 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Junho 2008

Abril 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Setembro 2007

Julho 2007

Junho 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Julho 2006

Abril 2006

Março 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Setembro 2005

Julho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Dezembro 2004

favoritos

“A FESTA DO AVANTE”, MIGU...

links
Contador
Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds