Este espaço destina-se à divulgação de Noticias, Ideias e Pensamentos e ao debate de temas relacionados com o Mar, a Politica, a Cidadania, o Turismo, a Sociedade e a Cultura em geral. FOI ADICIONADO UM CONTADOR A PARTIR DE NOVEMBRO DE 2010
Domingo, 11 de Setembro de 2005
Hotel Estoril Sol, o Escândalo e as Autárquicas
images[1].jpg Reparei há alguns dias nalguns cartazes alusivos ao negócio do Estoril Sol, colocados pelo Partido Socialista na sequência da campanha para as autárquicas. Nesses cartazes, o Partido Socialista e o seu candidato à câmara de Cascais, afirmam que estão contra o negócio que troca o Hotel por 3 torres de apartamentos com 14 pisos, e defendem que Cascais necessita de mais emprego e menos betão.
Não podia deixar de concordar com estas afirmações, no entanto julgo que pecam por tardias, senão vejamos:
Os trabalhadores já foram despedidos, o hotel já está encerrado vai para 3 anos, e os proprietários (a Estoril Sol) pensam em tudo menos em cumprir o que afirmaram, ou seja, construir um novo Hotel de 250 quartos em cima do Casino Estoril, recuperar o Hotel Miramar, e construir um Hotel de Altíssimo Luxo incluído no novo empreendimento de 3 torres a construir nos terrenos do Hotel Estoril Sol. (afirmações do presidente do conselho de administração Sr. Dr. Mário Assis Ferreira, feitas ao DN, Focos, Visão, Semanário, Publico, etc quando do anuncio de encerramento do Hotel).
O que constatamos é que nenhuma das promessas que então se fizeram são para cumprir e o que se comenta pelos corredores do Casino Estoril é que a Estoril Sol pretende vender rapidamente o edifício do Hotel Estoril Sol, para assim realizar receita antes do balanço final do ano corrente.
Por outro lado e alheio a todo este escândalo, a Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Ministério do Ambiente deu, na passada quinta-feira (8 Setembro 2005), parecer definitivo favorável ao Plano de Pormenor do Estoril Sol, o que foi devidamente anunciado pelo presidente da Câmara de Cascais, António Capucho. O Plano de Pormenor prevê a demolição do Hotel Estoril-Sol, que será substituído por um novo empreendimento residencial com 3 torres.
Também completamente alheio à destruição da fauna e flora do Parque Palmela, onde se encontram espécies protegidas como os Dragoeiros, está o GEC (Grupo Ecológico de Cascais), do qual não se tem ouvido uma palavra sobre todo este atentado ecológico.
A enorme redução na capacidade de alojamento que se verificou no conselho é, sem qualquer dúvida, responsável pelas dificuldades económicas de muitos dos comerciantes da baixa de Cascais, e pela degradação da qualidade na oferta de alojamento, o próprio Casino Estoril, segundo a opinião de alguns dos seus trabalhadores com cargos de responsabilidade, ter-se-á ressentido com o encerramento do Hotel Estoril Sol.
A grande maioria dos ex-trabalhadores do Hotel Estoril Sol, continuam desempregados, não por falta de capacidade ou vontade mas, porque neste país quem tem mais de 35 anos já é velho para reiniciar uma vida profissional, e também porque é mais fácil contratar mão-de-obra barata sem qualificação do que contratar trabalhadores qualificados e com a formação adequada, tão necessária ao desenvolvimento do turismo de qualidade.
Julgo que o Partido Socialista teve tempo e possibilidade de intervir publicamente quando os trabalhadores, apoiados pelos seus sindicatos e por outras forças politicas, o fizeram. O Partido Socialista foi alertado para as consequências que o encerramento do Hotel traria para Cascais, na altura a sua manifestação pública foi pouca ou nenhuma e nessa altura poderia ter feito a diferença.
Incrível é que, o Governo Socialista se mostre favorável à demolição do Hotel Estoril Sol e que o seu candidato ao Município de Cascais seja contra esse plano!
*****António Lemos. ***** Cascais 11 de Setembro de 2005



















publicado por António Lemos às 18:46
link do post | comentar | favorito
|

4 comentários:
De Clemente Alves a 27 de Setembro de 2005 às 15:41
Já há dias que ando para transmitir os meus parabéns pela oportunidade do artigo sobre o Hotel Estoril-Sol, e sobre o oportunismo de uma força política que, enquanto candidata à autarquia, ‘denuncia’ as negociatas à voltado hotel e, enquanto Governo, participa e favorece as mesmas negociatas. Isso é OPORTUNISMO e é DEMAGOGIA.
Ambos conhecemos bem o processo, e de tudo quanto os trabalhadores do Estoril-Sol fizeram para impedir a “solução” que ali está à vista de quem passa. E é verdade que, se na altura própria o PS tivesse vindo, abertamente, opor-se e denunciar as negociatas talvez que o resultado fosse outro bem diferente deste.
É imperativo de quem tem memória que não se cale, nunca.

Um abraço Amigo do
Clemente Alves
cut@netcabo.pt



De upp a 18 de Setembro de 2005 às 14:06
Meu Caro António Lemos,
O meu nome é Umberto Pacheco. Sou presidente da comissão política concelhia do PS. Talvez por isso, aparentemente menos isento para comentar o que refere sobre a campanha do PS e as posições sobre o dossier Estoril-Sol. Mas uma leitura atenta das actas da câmara e da assembleia municipal e de toda a imprensa que noticiou o assunto, rapidamente desmentirão a sua crítica. O PS foi o partido que mais posições e mais fundamentadas tomou sobre o assunto. E não apenas sobre a questão importante do desemprego dos trabalhadores do hotel, mas sobre todas as questões conexas com o projecto imobiliário: riscos da demolição (p. ex. amianto), integração urbanística, concessão da zona de jogo (novo hotel em cima do casino), violação da legislação sobre construções na orla marítima, impactos económicos da demolição do hotel e muitas outras questões. Nenhuma outra força política o fez, com tanta intensidade e seriedade. Daí que a crítica que fez ao PS seja absolutamente falsa e injusta e eivada de algum sectarismo.Quanto ao mais e à crítica que faz à maioria que governa a câmara, obviamente que o acompanho. Quanto ao parecer da CCDR, a que Capucho se tem referido, como avalizando o plano de pormenor, a verdade é que a vereação não o conhece e por isso, ninguém sabe se as coisas são exactamente como ele diz. Todos já conhecemos o hábito de Capucho manipular os factos e os ler da maneira que lhe convém. Veremos o parecer e então sim, retiraremos conclusões. Dizer que o governo socialista se mostra favorável é abusivo e tb sectário. Os pareceres técnicos de órgãos da administração central não devem ser orientados politicamente. Talvez nos países comunistas seja assim. Não o deve ser nos países de cultura democrática. Confundir isso e daí retirar ilações políticas, é também uma forma de manipulação igualmente condenável. Venha ela de onde vier.
Respeitosos cumprimentos.


De Pedro Canelas a 18 de Setembro de 2005 às 12:56
Caros senhores:

Sempre trabalhei no concelho no ramo da restauração, estive 12 anos na Associação empresarial (antes dos comerciantes) e senti na pele o encerrar do Hotel em referência. Menos 90.000 turistas ano a comprar e passear na baixa de Cascais.
Depois de muitos anos a ser iludido pelos políticos acabo de me transformar num deles, mas na qualidade de independente.
Tenho exactamente a mesma opinião do Sr. Paulo Raposeiro.
Nos últimos anos questiono-me sobre aquilo que apelido a democracia do 25 de Abril ou a democracia partidarista, que serve uma classe num pais de classes.
Mas então como ultrapassar este labirinto? H1. Uma nova revolução – os Portugueses estão revoltados mas não se revoltam. H.2 – Bruxelas toma conta do país! Não creio presidente da comissão é o Durão Barroso. Sempre fui de personalidade inconformada com aquilo que me desagrada, sempre fui um ganhador e trabalhador pelas minhas convicções, num país em que a cidadania só existe no texto da Constituição da Republica.
Decidi então e depois de muitas conversas com amigos, de os desafiar em participar na vida politica local. Como? Fazendo uma proposta ao único partido que pode, presentemente, afastar a coligação Viva Cascais , mas na qualidade de independentes.
Tal veio a acontecer e neste momento somos candidatos autárquicos. Odiados pela coligação e outsiders dentro do partido socialista – felizmente o ambiente vai melhorando à medida que compreendem a nossa intenção de nos mantermos independentes e que o nosso objectivo é o bem de Cascais.
Voltando ao Estoril-Sol e porque passei no blog e gostaria de esclarecer, resumidamente, a posição do Arrobas da Silva; farei com que ainda hoje ele visite este blog.
O edifício tem um proprietário, a ele cabe apresentar pedido de licenciamento dos projectos que bem entender, o município não pode obrigar os empresários a explorar esta ou aquela actividade empresarial. Mas é o responsável político da CMC que decide a tipologia e a resposta ás solicitações referidas.
Planos de pormenor, são soluções avulsas por encomenda e que muitas vezes desvirtuam o plano estratégico que é o PDM. Hoje este Hotel, amanhã a Praça de Touros depois a Qt. dos Ingleses etc, etc.
O desejável seria que no mesmo lugar existisse uma unidade hoteleira, até porque a zona tem falta de hotéis (segundo estatísticas) de arquitectura integrada numa zona sensível rodeada de casas bonitas e chalets.
Isto é aquilo que o tenho ouvido afirmar.
Pedro Canelas


De Paulo Raposeiro a 12 de Setembro de 2005 às 19:13
Caro amigo António Lemos,

Infelizmente, este é o país que temos e estes são os politicos que temos...se calhar, temos o que merecemos, porque acho que temos de reflectir se nós, portugueses, temos ou teremos feito por merecer mais e melhor...

Afinal, o país somos nós, e fomos nós que fizemos a revolução (dos cravos) e fomos nós que sucessiva e alternadamente fomos elegendo os governantes deste país, sempre escolhidos de entre as mesmas duas forças politicas...

No entanto, hoje o que se verifica, e isto aplica-se a qualquer uma das duas forças partidárias que nos vão representando e decidindo os nossos destinos, é que há uma grande dificuldade em arranjar pessoas competentes para ocupar os cargos de maior responsabilidade neste país...e eu pergunto : Porque será???

Um abraço, e vamos mas é pescando para nos abstrairmos um bocadinho disto...

PR


Comentar post

mais sobre mim
pesquisar
 
Maio 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


posts recentes

VISITA A ESCAROUPIM, UMA ...

PSP de Cascais interrompe...

A Margarida Partiu, a dor...

VIVA FIDEL!

Thermopylae. História do ...

Diana Johnstone, Hillary ...

“A Linha de Cascais Está ...

Faina Maior – A pesca do ...

A DÚVIDA! Madre Teresa de...

Charlie Chaplin, “O Melho...

E OS ASSASSINOS GRITAM EU...

Defender a Escola Pública

Telescópio Hale

HÁ ANIMAIS A SEREM MAL TR...

40 Anos da Constituição d...

EU VOTO EDGAR SILVA!

O ALMIRANTE PORTUGUÊS – R...

Noam Chomsky: “A pior cam...

Caiu o Governo de direita...

Luta pela Paz, questão ce...

arquivos

Maio 2017

Março 2017

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Julho 2016

Junho 2016

Abril 2016

Janeiro 2016

Novembro 2015

Outubro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Junho 2010

Abril 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Novembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Maio 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Junho 2008

Abril 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Setembro 2007

Julho 2007

Junho 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Julho 2006

Abril 2006

Março 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Setembro 2005

Julho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Dezembro 2004

favoritos

“A FESTA DO AVANTE”, MIGU...

links
Contador
Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds