Este espaço destina-se à divulgação de Noticias, Ideias e Pensamentos e ao debate de temas relacionados com o Mar, a Politica, a Cidadania, o Turismo, a Sociedade e a Cultura em geral. FOI ADICIONADO UM CONTADOR A PARTIR DE NOVEMBRO DE 2010
Sábado, 22 de Abril de 2006
Conferências WorldMUN 2006

DSCN0640.JPG

Promovidas pela Universidade de Harvard e apoiadas pela ONU, as Conferências WorldMUN (Model United Nations) pretendem recriar as reuniões da Organização das Nações Unidas e outros importantes organismos internacionais (por exº Conselho Europeu e União Africana).

Os debates realizados neste simulacro de negociação internacional abrangem assuntos actuais problemáticos, e os participantes, estudantes universitários de todo o Mundo, representando os seus próprios países ou outras nações, devem tentar chegar a um consenso e adoptar Resoluções acerca de tais assuntos. Para tanto, devem preparar projectos de resoluções, conceber estratégias, negociar com aliados e adversários.

Há três anos consecutivos que alunos da Universidade Lusíada de Lisboa participam nos Harvard WorldMUN, contudo, pela primeira vez o Centro de Estudos Políticos e de Relações Internacionais da Universidade Lusíada de Lisboa (CEPRI), devidamente apoiado pela direcção da Universidade, coordenou uma equipa de 12 alunos das licenciaturas em Relações Internacionais e Ciência Política, acompanhados por 2 professores na qualidade de Faculty Advisers, ao WorldMUN 2006 que decorreu na Universidade de Pequim, na China, entre os dias 27 e 31 de Março(http://worldmun.org).

Este evento, o maior e mais concorrido dos seus quinze anos de existência (1400 delegados oriundos de 37 países), constituiu uma experiência inigualável, quer do ponto de vista do saber adquirido nos trabalhos, quer pela mais valia cultural obtida através da vivência diária na República Popular da China. Ultrapassadas algumas dificuldades logísticas e burocráticas, a presença da equipa da Lusíada na China acabou por se efectivar e a minha participação neste XV Harvard WordMUN constituiu uma agradável e positiva experiência. Irei concluir dentro de muito pouco tempo a minha licenciatura em Relações Internacionais, pelo que, quando em Outubro do ano passado surgiu a oportunidade de integrar a delegação oficial da Universidade Lusíada ao World MUN 2006 não deixei escapar aquela que, de antemão, sabia ser a minha última oportunidade de participar em tão grandioso evento.

Tendo sido atribuída à equipa da Universidade Lusíada a representação da Republica da Argentina e das Ilhas Salomão, coube-me a nobre missão de representar a Argentina no Conselho de Segurança das Nações Unidas. Pessoalmente fiquei muito satisfeito pois tenho um interesse particular por questões de segurança internacional, politicas de defesa e armamento. O facto de ter sido delegado da Argentina no Conselho de Segurança não me limitou aos temas em debate neste comité ("Agenda Aberta sobre o Próximo Oriente" e "O Dilema Nuclear") pois, como é óbvio, durante uma semana tive a possibilidade de conviver e conversar com colegas de todo o mundo acerca dos mais variados e importantes assuntos internacionais. Foi extremamente gratificante ver, nesta minha primeira e última participação no WorldMUN, algumas das principais posições e interesses do "meu país" reflectidas na única Resolução aprovada no Conselho de Segurança. Aliás, em todos os fóruns onde estavam presentes, os delegados portugueses foram peças fundamentais no decorrer das sessões, tendo mesmo em alguns casos liderado os procedimentos de elaboração dos vários Working Papers e Draft Resolutions.

A excelente participação na edição deste ano do Harvard WorldMUN ficou atestada com a atribuição de um Diplomacy Award ao meu colega Diogo Noivo, estudante finalista de Ciência Política, que representou a Argentina no Comité de Desarmamento e Segurança Internacional. Esta é a primeira vez que um estudante português consegue um prémio neste evento.

Terminado o WorldMUN 2006, os 12 alunos que integraram a delegação da Universidade Lusíada de Lisboa e os Faculty Advisers Prof. Doutor Vasco Rato e Dr. José Francisco Pavia, são unânimes em fazer uma apreciação muito positiva da participação, esperando ter feito da presença portuguesa neste evento uma prática corrente.

****** Tiago Lemos, (Aluno finalista de Relações Internacionais na Universidade Lusíada de Lisboa)



publicado por António Lemos às 12:13
link do post | comentar | favorito
|

Sexta-feira, 21 de Abril de 2006
Comemorar o 25 de Abril

25abril[1].jpg

MOÇÃO - 32º Aniversário do 25 de Abril de 1974

**** Comemora-se no próximo dia 25, o 32º Aniversário da Revolução de 25 de Abril de 1974, a Revolução dos Cravos como ficou indelevelmente gravada na História de Portugal. Em 25 de Abril de 1974 a acção desencadeada pelos capitães de Abril, e a imediata adesão maciça dos portugueses ao movimento libertador, pôs fim a um regime, ditatorial que mantinha a esmagadora maioria dos portugueses na ignorância e na miséria, para alem de manter uma guerra colonial, o que colocava Portugal completamente isolado das outras nações, continuamente condenado em todas as instituições e organismos internacionais, e não reconhecido pelo mundo. Com a Revolução de 25 de Abril de 1974 acabou a guerra e a censura, os presos políticos foram libertados e o povo passou a decidir o futuro do nosso país, abriram-se os caminhos da dignidade, do desenvolvimento e do progresso. Um povo que ansiava, na sua luta e resistência tenaz e permanente de quase meio século, por um país novo que respeitasse os direitos elementares de todos os povos à paz, à liberdade e à democracia. Não podemos deixar de Salientar a conquista do Poder Local Democrático, que passou a permitir que milhares de Homens e Mulheres pudessem ser eleitos e assim, com maior proximidade, gerir e resolver os problemas das suas freguesias e Conselhos, A Assembleia de freguesia de S. domingos de Rana, reunida em sessão extraordinária, em 19 de Abril, delibera:*** 1. Saudar vivamente os Militares de Abril, particularmente os Capitães que deram corpo ao Movimento das Forças Armadas, pela operação militar desencadeada na madrugada do dia 25 de Abril de 1974, garantindo dessa forma a vitória de todos os portugueses sobre a opressão e a ditadura;*** 2. Saudar vivamente todos quantos, ao longo de quase meio século, souberam resistir, tantas vezes com o sacrifício da própria vida, e em prejuízo profundo da sua liberdade individual e familiar, lutando contra o regime ditatorial e contribuindo, dessa forma também e decisivamente, para a criação de condições para que a Revolução fosse possível e saísse vitoriosa em 25 de Abril de 1974;*** 3. Apelar à participação de todos os cidadãos na manifestação comemorativa que ira decorrer no dia 25 de Abril de 2006 em Lisboa.*** 4. Reafirmar o seu empenhamento, enquanto Órgão de Poder Local Democrático instituído precisamente na sequência da Revolução de Abril, no prosseguimento do trabalho iniciado há 32 anos no sentido da construção de uma sociedade mais justa, humana e desenvolvida, cumprindo os desígnios libertadores daquela madrugada de 25 de Abril de 1974. *** (S. Domingos de Rana, 19 de Abril de 2006 – apresentado pelo grupo de lista da CDU) ****** Esta Moção foi aprovada, POR MAIORIA, (14 votos a favor e 4 abstenções), na Reunião da Assembleia de Freguesia de S. Domingos de Rana em 19 de Abril de 2006, com os votos favoráveis das bancadas: CDU, BE, PSD, da bancada PS 5 votos favoráveis e 4 Abstenções. ****** A Moção foi enviada para: Sr. Presidente da República, Sr. Presidente da Assembleia da República, Grupos Parlamentares Partidos Políticos na Assembleia da República, Sr. 1º Ministro Associação 25 de Abril, União dos Resistentes Antifascistas Portugueses, SITE E BOLETIM DA JUNTA DE FREGUESIA DE S. DOMINGOS DE RANA, ÓRGÃOS DE COMUNICAÇÃO SOCIAL



publicado por António Lemos às 10:19
link do post | comentar | favorito
|

mais sobre mim
pesquisar
 
Novembro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
29
30


posts recentes

PS: UM JOGO NOVO?

VISITA A ESCAROUPIM, UMA ...

PSP de Cascais interrompe...

A Margarida Partiu, a dor...

VIVA FIDEL!

Thermopylae. História do ...

Diana Johnstone, Hillary ...

“A Linha de Cascais Está ...

Faina Maior – A pesca do ...

A DÚVIDA! Madre Teresa de...

Charlie Chaplin, “O Melho...

E OS ASSASSINOS GRITAM EU...

Defender a Escola Pública

Telescópio Hale

HÁ ANIMAIS A SEREM MAL TR...

40 Anos da Constituição d...

EU VOTO EDGAR SILVA!

O ALMIRANTE PORTUGUÊS – R...

Noam Chomsky: “A pior cam...

Caiu o Governo de direita...

arquivos

Novembro 2017

Maio 2017

Março 2017

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Julho 2016

Junho 2016

Abril 2016

Janeiro 2016

Novembro 2015

Outubro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Junho 2010

Abril 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Novembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Maio 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Junho 2008

Abril 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Setembro 2007

Julho 2007

Junho 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Julho 2006

Abril 2006

Março 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Setembro 2005

Julho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Dezembro 2004

favoritos

“A FESTA DO AVANTE”, MIGU...

links
Contador
Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds