Este espaço destina-se à divulgação de Noticias, Ideias e Pensamentos e ao debate de temas relacionados com o Mar, a Politica, a Cidadania, o Turismo, a Sociedade e a Cultura em geral. FOI ADICIONADO UM CONTADOR A PARTIR DE NOVEMBRO DE 2010
Sábado, 16 de Junho de 2007
A Memoria dos Bacalhoeiros

António Marques da Silva

António Marques da Silva nasceu em Lisboa em 1931. Terminou em 1952 o Curso Geral de Pilotagem da Escola Náutica em Lisboa, e quatro anos depois, o Curso de Capitão da Marinha Mercante. Embarcou como Piloto Imediato e comandante em veleiros de pesca do bacalhau como o Creoula, o Argus, ou o Gazela Primeiro. Na Marinha de Comércio embarcou como comandante em navios de carga geral e porta-contentores. Em 1981 foi requisitado pela Secretaria-geral das Pescas para acompanhar e supervisionar os trabalhos de adaptação do lugre Creoula a navio-escola, e de 1982 a 1990 leccionou a disciplina de Marinharia na Escola Náutica Infante D. Henrique em Paço d'Arcos. Está representado no Museu Marítimo de Ílhavo com vários modelos de navios e trabalhos de marinharia.

Em 1998 foi editada pelo Museu da Marinha de Lisboa uma monografia de sua autoria intitulada «Canoa de Convés do Algarve». Nesse mesmo ano obteve o primeiro prémio na exposição da Academia da Marinha com o seu modelo «Caíque do Algarve».

António Marques Silva é autor do livro "A Memoria dos Bacalhoeiros" (Editorial Presença - ISBN 9722325582). Este livro conta-nos os momentos vividos pela tripulação do veleiro de madeira Gazela Primeiro, (vendido em 1971 ao Museu Marítimo de Filadélfia, onde se encontra hoje) que integrava a Frota Pesqueira Portuguesa e que todos os anos (desde 1958 até 1964) largava rumo aos bancos de pesca do bacalhau da Terra Nova. É neste pequeno mundo de madeira que se desenrola este livro, um livro feito de memórias e de momentos de amizade e sacrifício vividos num espaço exíguo e desconfortável, onde muitas vezes a vida perigava. Um livro por isso emocionante e emocionado, enriquecido com fotografias do autor e do arquitecto Friedrich W. Baier, de quem são também algumas das ilustrações que constam na edição.

 

Para um apaixonado pelo mar como eu, este livro revelou-se uma excelente narrativa da vida passada a bordo dos navios bacalhoeiros, e é sem dúvida, uma evocação épica daquela que foi chamada “A Faina Maior”.

A faina do bacalhau foi para os pescadores portugueses simultaneamente sinónimo de aventura, de sofrimento e de alegria. Neste livro, o Capitão António Marques da Silva, narra com toda a clareza e em pormenor toda a vida passada a bordo do Lugre-Patacho “Gazela Primeiro”.

É sem duvida um livro a não perder, e de leitura obrigatória para todos os apaixonados pelo mar e pela história dos grandes veleiros portugueses que um dia sulcaram os mares de todo o mundo.

Antonio Lemos



publicado por António Lemos às 20:30
link do post | comentar | favorito
|

mais sobre mim
pesquisar
 
Maio 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


posts recentes

VISITA A ESCAROUPIM, UMA ...

PSP de Cascais interrompe...

A Margarida Partiu, a dor...

VIVA FIDEL!

Thermopylae. História do ...

Diana Johnstone, Hillary ...

“A Linha de Cascais Está ...

Faina Maior – A pesca do ...

A DÚVIDA! Madre Teresa de...

Charlie Chaplin, “O Melho...

E OS ASSASSINOS GRITAM EU...

Defender a Escola Pública

Telescópio Hale

HÁ ANIMAIS A SEREM MAL TR...

40 Anos da Constituição d...

EU VOTO EDGAR SILVA!

O ALMIRANTE PORTUGUÊS – R...

Noam Chomsky: “A pior cam...

Caiu o Governo de direita...

Luta pela Paz, questão ce...

arquivos

Maio 2017

Março 2017

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Julho 2016

Junho 2016

Abril 2016

Janeiro 2016

Novembro 2015

Outubro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Junho 2010

Abril 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Novembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Maio 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Junho 2008

Abril 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Setembro 2007

Julho 2007

Junho 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Julho 2006

Abril 2006

Março 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Setembro 2005

Julho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Dezembro 2004

favoritos

“A FESTA DO AVANTE”, MIGU...

links
Contador
Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds