Este espaço destina-se à divulgação de Noticias, Ideias e Pensamentos e ao debate de temas relacionados com o Mar, a Politica, a Cidadania, o Turismo, a Sociedade e a Cultura em geral. FOI ADICIONADO UM CONTADOR A PARTIR DE NOVEMBRO DE 2010
Quarta-feira, 15 de Novembro de 2006
Eleições nos EUA. “Sonhar não é proibido”

O resultado das eleições intercalares nos EUA no dia 7 de Novembro de 2006, representa um expressivo descontentamento do povo norte-americano relativamente à política militarista da administração Bush no Iraque e no Médio Oriente. Apesar da derrota do Partido Republicano e de George W. Bush, a politica internacional, mais propriamente no que toca ao Iraque e ao Médio Oriente, pode não vir a ser significativamente alterada. Não podemos esquecer que, aquando da invasão do Iraque, os democratas estiveram de acordo, razão pela qual também o Partido Democrata não está isento de culpas na desastrosa politica imperialista da administração Bush que provocou o sofrimento de um número incontável de pessoas inocentes na Palestina, no Líbano, em Israel, no Afeganistão e no Iraque.

No Iraque, os Estados Unidos demonstram-se incapazes de resolver o grave problema que criaram com a invasão militar, baseada numa enorme quantidade de mentiras e omissões, que a administração Bush tentou fazer querer ao mundo serem a mais pura das verdades. Não posso deixar de lembrar que o governo português, liderado nessa altura pelo actual presidente da Comissão Europeia, Durão Barroso, apoiou sem reservas a invasão.

No Afeganistão, a NATO vê-se impotente para controlar os Talibans bem como todas a facções tribais. A corrupção ao nível governamental e em todas as estruturas do pseudo governo democrático criado pela administração Bush com o propósito do combate ao terrorismo é incontrolável.

É certo que o governo fundamentalista e desumano dos Talibans, oprimia e maltratava o povo afegão, mas também é verdade que, tal como no Iraque foram os Estados Unidos que durante anos sustentaram o regime déspota de Saddam, também no Afeganistão a propósito do combate ao comunismo ajudaram os Talibans a tomar o pode. Infelizmente para o povo americano o tiro saiu pela culatra e agora são os filhos da América que morrem aos milhares no Iraque e no Afeganistão.

Na Palestina a administração Bush faz vista grossa e ouvidos moucos aos massacres e à brutal ocupação por parte de Israel. Morrem palestinianos e israelitas, jovens de ambos os lados, e o mundo sabe que os EUA podem contribuir de modo decisivo para o fim daquele conflito.

A recente invasão do Líbano por parte de Israel com a total cobertura dos EUA é demonstrativa da política errada que a administração Bush tem para toda aquela região. Sem a cobertura do governo americano os israelitas não teriam invadido um país soberano, destruindo vastas áreas habitacionais, bem como escolas, hospitais, fábricas e zonas comerciais desalojando e matando centenas de civis. Contrariamente ao que pretendiam os israelitas – “combater grupos terroristas”, acabaram por dar a possibilidade desses ditos grupos terroristas brilharem ao disponibilizarem dinheiro para ajudar as populações a reconstruir as suas habitações.

Muito mais teria para dizer sobre as erradas politicas internacionais da administração Bush, resta-me desejar que a vitória do partido Democrático na Câmara dos Representantes e no Senado traga algo de novo à politica internacional, algo que aponte para o caminho da paz no Médio Oriente, no Iraque, no Afeganistão, que ajude a terminar com conflitos e crises como a do Darfur, que combata o terrorismo não com bombas mas com mais democracia, mais cidadania, mais liberdade, mais direitos humanos e sociais, e que combata a fome em todo o Mundo.

“SONHAR NÃO È PROIBIDO” ***António Lemos.

 

 



publicado por António Lemos às 19:28
link do post | comentar | favorito
|

mais sobre mim
pesquisar
 
Maio 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


posts recentes

VISITA A ESCAROUPIM, UMA ...

PSP de Cascais interrompe...

A Margarida Partiu, a dor...

VIVA FIDEL!

Thermopylae. História do ...

Diana Johnstone, Hillary ...

“A Linha de Cascais Está ...

Faina Maior – A pesca do ...

A DÚVIDA! Madre Teresa de...

Charlie Chaplin, “O Melho...

E OS ASSASSINOS GRITAM EU...

Defender a Escola Pública

Telescópio Hale

HÁ ANIMAIS A SEREM MAL TR...

40 Anos da Constituição d...

EU VOTO EDGAR SILVA!

O ALMIRANTE PORTUGUÊS – R...

Noam Chomsky: “A pior cam...

Caiu o Governo de direita...

Luta pela Paz, questão ce...

arquivos

Maio 2017

Março 2017

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Julho 2016

Junho 2016

Abril 2016

Janeiro 2016

Novembro 2015

Outubro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Junho 2010

Abril 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Novembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Maio 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Junho 2008

Abril 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Setembro 2007

Julho 2007

Junho 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Julho 2006

Abril 2006

Março 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Setembro 2005

Julho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Dezembro 2004

favoritos

“A FESTA DO AVANTE”, MIGU...

links
Contador
Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds